FANDOM


Bolvangar

Bolvangar no filme.

Bolvangar, (siginifica "campinas do mal") é a Estação Experimental do Conselho Geral de Oblação, onde eles testam métodos de intercisão em crianças raptadas. Consiste em várias construções baixas interligadas por túneis. Bolvangar é vigiada por um regimento de tártaros de dimons-lobas.

Lá as crianças vivem normalmente, se alimentando, conversando, realizando atividades, etc. Quando uma criança começa a chegar na adolescência, os enfermeiros de Bolvangar a levam para uma câmara, onde há uma gaiola de manganês e titânio, dividia em duas por uma tela, por onde passa uma guilhotina do mesmo material. Esta máquina é que faz a intercisão nas crianças. O destino delas depois disso não é revelado, embora seja possível que voltem para suas cidades. Seus dimons são mantidos em uma das construções de Bolvangar, mais isolada.

A intercisão é o processo de se separar o dimon da criança. Já que o dimon fixado é por onde o vai entrar na criança, o Conselho Geral de Oblação vê este processo como uma tentativa de fazer com que o pecado original não se manifeste quando as crianças crescem.

Lyra em BolvangarEditar

Durante os acontecimentos em A Bússola de Ouro, Lyra é raptada por samoiedes e levada para Bolvangar. Lá, com a ajuda de Kaisa, Billy e Roger, ela consegue libertar os dimons das crianças seccionadas. Posteriormente ela é pega espionando uma reunião secreta entre os enfermeiros de Bolvangar e a Sra. Coulter, e por isso é levada para o seccionador, mas acaba sendo salva pela Sra. Coulter. Lyra consegue enganar a Sra. Coulter e explodir Bolvangar, escapando com todas as crianças, que são salvas pelos gípcios.

EmpregadosEditar